Saltar para conteúdo

Notícias

2020-05-15 às 15h01

Governo reuniu-se com confissões religiosas para preparar retoma das celebrações

As Ministras da Justiça, Francisca Van Dunem, e da Saúde, Marta Temido, e o Secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, Tiago Antunes, receberam representantes de várias confissões religiosas para debater os princípios gerais a aplicar no reinício gradual das celebrações religiosas, previsto para 31 de maio.

A Ministra da Justiça disse que a reunião «visou estabelecer com as comunidades religiosas os princípios gerais de natureza técnica a que deve obedecer o reinício gradual da atividade», no quadro da Covid-19.

Francisca Van Dunem referiu que há «um conjunto de regras gerais, como o distanciamento e o uso de materiais de proteção» que terão de ser respeitadas, apesar de alguns rituais incluírem abraços e apertos de mão, «o que contraia a regra do distanciamento».

A Direção-Geral de Saúde distribuirá um documento com as medidas de proteção a seguir e as várias confissões religiosas «adaptarão as regras às cerimónias e cultos» respetivos, estabelecendo-se um contacto permanente entre a DGS e as religiões.

Foram recebidas as confissões religiosas evangélica, muçulmana, judaica, ismaelita, budista e hindu. O membro do Governo titular da pasta da Justiça é também responsável pelas relações com as confissões religiosas.