Saltar para conteúdo

Notícias

2020-03-15 às 16h16

Governo proíbe eventos com mais de cem pessoas e consumo de álcool na rua

Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, na conferência de imprensa sobre aplicação das medidas extraordinárias e de caráter urgente, Lisboa, 15 março 2020, (Foto: António Cotrim/LUSA)
O Governo decidiu proibir o consumo de bebidas alcoólicas na via pública e a realização de eventos com mais de cem pessoas no âmbito das medidas de combate à pandemia Covid-19.

Numa declaração à comunicação social, em Lisboa, o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, pediu também que os cidadãos se desloquem apenas por motivos absolutamente necessários como trabalhar, comprar comida, visitar idosos ou outras pessoas dependentes que precisem de assistência.

Na reunião com os responsáveis das forças de segurança (GNR, PSP, SEF e Proteção Civil) foi ainda decidido alargar a redução em um terço do espaço a esplanadas, tal como já acontece com os restaurantes que optem por abrir.

«Iremos ser exigentes no cumprimento» desta medida, afirmou o Ministro, acrescentando que o objetivo é o respeito pelo distanciamento social aconselhado para conter a disseminação coronavírus.

Eduardo Cabrita disse ainda que ficou decidido «reduzir a dimensão admitida de eventos, quer em espaços cobertos quer ao ar livre, para um máximo de 100 pessoas».


«Civismo e cooperação» da sociedade portuguesa

O Ministro destacou o «civismo e cooperação» de todos na «aplicação das medidas» que «estão a ser bem recebidas pela sociedade portuguesa».

Esta «é uma batalha de todos, não é do Governo ou das autoridades, é de todos os cidadãos», acrescentou.