Saltar para conteúdo

Notícias

2019-11-28 às 13h50

Governo aprova contratos de investimento para criação e manutenção de 2200 empregos

O Conselho de Ministros aprovou as minutas dos contratos fiscais de investimento a celebrar entre o Estado português e quatro empresas que apresentaram projetos de investimento com as condições para a concessão de benefícios fiscais. 

Por se tratar de projetos que representam um investimento global superior a 68 milhões de euros, a criação de 610 novos postos de trabalho até 2022 e a manutenção dos 1591 empregos existentes, apresentam particular interesse para a economia nacional as empresas vão receber um crédito a título de imposto sobre o IRC.

As empresas que vão fazer os investimentos são a Panpor Produtos Alimentares, a Hutchinson Borrachas de Portugal, a Eurostyle Systems Portugal Indústria de Plásticos e de Borracha e a Bosch Termotecnologia.

A resolução aprova ainda um aditamento ao contrato fiscal de investimento celebrado a 9 de julho de 2014, com a sociedade 360 Steel Materials, que prevê um crédito a título de imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas.