Saltar para conteúdo

Notícias

2021-06-08 às 19h31

Governo apela a adoção de comportamentos de prevenção de incêndios

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, apelou aos portugueses para que «tenham todo o cuidado com o uso de fogo, não façam queimadas em situação alguma nos dias em que sejam proibidas e que possuam todo o cuidado com a utilização de máquinas agrícolas».

Em Lisboa, após a reunião do Conselho de Coordenação da AGIF (Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais), o Ministro destacou que o País está preparado «para uma época em que o risco é sempre maior» e alertou para as previsões de um verão que se poderá prolongar alargando os períodos de grande preocupação até ao início de outubro.

Matos Fernandes afirmou que no trabalho de prevenção Portugal foi «genericamente além das metas que estavam estabelecidas, nomeadamente na abertura das faixas de interrupção de combustível».

«Por outro lado, todos os meios aéreos estão já disponíveis. São 60 - e estão todos localizados nos sítios certos em face daquilo que se estima que venha a ser o risco de incêndio. O dispositivo é o maior de todos, com mais 200 homens do que no ano passado, ultrapassando-se os 12 mil efetivos. E temos 12 drones também completamente disponíveis para ações de vigilância», acrescentou.

O Ministro reiterou que as entidades públicas «fizeram mesmo aquilo que tinham a fazer» e ressalvou a importância de adotar cautela e medidas de prevenção durante todo este período porque «Portugal é um país com clima mediterrânico, onde os fogos são infelizmente são comuns».