Saltar para conteúdo

Notícias

2021-03-11 às 11h49

Europeus devem continuar unidos na luta contra o terrorismo

Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, na comemoração do Dia Europeu das Vítimas do Terrorismo em Madrid, Madrid, 11 março 2021
O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, incentivou os europeus a continuarem «unidos» e a «fazer mais» na luta contra o flagelo do terrorismo.

«É um dia para recordar e também de ação para que continuemos com a luta decidida pela União Europeia contra o terrorismo», disse Eduardo Cabrita numa cerimónia de comemoração no Dia Europeu das Vítimas do Terrorismo em Madrid onde, há 17 anos, aconteceu um dos maiores ataques terroristas da história.

«Temos de ser resilientes sem que nos tornemos numa fortaleza de segurança», afirmou o Ministro, acrescentando que a Europa tem de assegurar que novos ataques não ocorram.

Eduardo Cabrita fez ainda referência a uma série de ataques terroristas em solo europeu, nos últimos anos, e referiu que a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, tudo fará para acelerar os trabalhos das instituições europeias, no sentido da aprovação de legislação no quadro da luta contra o terrorismo.

«Todos estamos aqui unidos em redor dos valores europeus», disse, agradecendo a presença das vítimas sobreviventes.

Os atentados de 11 de março de 2004, em Madrid, foram atentados terroristas coordenados, quase simultâneos, contra o sistema de comboios suburbanos da capital espanhola, três dias antes das eleições gerais espanholas.

As explosões mataram 193 pessoas e feriram 2050, tendo a investigação oficial, por parte da justiça espanhola, concluído que os ataques foram dirigidos por uma célula terrorista inspirada na al-Qaida, apesar de esta organização não ter participado diretamente.