Saltar para conteúdo

Notícias

2020-11-06 às 16h34

Estruturas de Apoio de Retaguarda estão já a funcionar em Lisboa e Porto

Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, na visita à unidade de apoio em Aveiras de Cima, Azambuja, 2 abril 2020

A Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, disse que estão já a funcionar, em Lisboa e no Porto, duas Estruturas de Apoio de Retaguarda para acolher pessoas com Covid-19, sem necessidade de internamento hospitalar e utentes de lares.

Numa declaração à agência de notícias Lusa, Patrícia Gaspar afirmou que, neste momento, já existem duas estruturas em funcionamento, uma na Base naval de Lisboa, no Alfeite, Almada, e outra no Seminário do Bom Pastor, em Ermesinde, Porto. A estrutura a funcionar na Base Naval de Lisboa serve os distritos de Lisboa e Setúbal devido à sua dimensão, e que já esteve operacional durante a primeira fase da pandemia de Covid-19.

A Secretária de Estado disse ainda que «há uma maior insistência» no Norte do País para criar estas estruturas, estando quase concluídas em Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança. Está ainda a ser operacionalizada uma segunda para o distrito do Porto, que será criada na zona de Paços de Ferreira.

A meta é, segundo a Secretária de Estado, ter no mínimo uma destas instalações por distrito, podendo contudo existir regiões com mais do que uma estrutura, dependendo da evolução dos novos casos, como é o caso do Porto. O apoio social e médico será também assegurado nestas estruturas.

O grande objetivo  desta medida é, conforme refere a Secretária de Estado, «aliviar de alguma forma as camas nos hospitais» através da retirada das unidades hospitalares de «pessoas que efetivamente não precisam de lá estar mas que, estando infetadas, não podem ficar em casa».