Saltar para conteúdo

Notícias

2020-09-08 às 19h46

Estação salva-vidas de Quarteira vem colmatar lacuna na costa algarvia

Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, na inauguração da estação salva-vidas de Quarteira, Loulé, 8 de setembro de 2020

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, afirmou que a estação salva-vidas agora inaugurada em Quarteira vem colmatar uma «lacuna grande» que existia na costa algarvia entre Portimão e Olhão.

João Gomes Cravinho falava na cerimónia de inauguração da estação e do Posto Marítimo no porto de pesca de Quarteira, em Loulé.

«Estamos a corresponder às necessidades de uma população que acorre às praias e usa as águas também para a sua vivência - os pescadores - e dos desportistas que fazem o desporto no mar e que precisam do apoio desta estrutura», afirmou o Ministro.

João Gomes Cravinho disse também que, desde maio, esta estação salva-vidas já interveio em 51 ocorrências, que resultaram em «vidas salvas» e, só por isso, já foi recuperado o investimento feito pela Câmara Municipal de Loulé e pela Docapesca, numa colaboração com a Autoridade Marítima Nacional, no cumprimento desta ambição «de servir da melhor maneira a população».

Em Quarteira ficarão, por enquanto, quatro tripulantes, existindo um plano gradual que pretende equipar todas as estações com seis elementos.

O Algarve passa a ser servido por seis estações salva-vidas (Sagres, Ferragudo, Quarteira, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António) num total de 26 tripulantes.

Nesta visita ao Algarve, o Ministro inaugurou ainda o Monumento aos Antigos Combatentes de Alte, no interior do concelho louletano, e prestou homenagem aos naturais daquela aldeia que combateram ao serviço do País.

Tags: mar, segurança
Áreas:
Defesa Nacional