Saltar para conteúdo

Notícias

2020-06-26 às 15h32

Escolas vão servir refeições aos alunos da Ação Social Escolar até ao fim de julho

Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, durante a visita à Escola Secundária Fontes Pereira de Melo, Porto, 26 junho 2020 (Foto: Estela Silva/Lusa)
O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que as escolas vão continuar a servir refeições aos alunos da Ação Social Escolar até ao final de julho.
 
No Porto, depois de uma visita à Escola Fontes Pereira de Melo no último dia do ano letivo, onde esteve acompanhado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o Ministro destacou que «dezenas de milhares de estudantes» recorreram às cantinas escolares em período de pandemia.
 
«Numa situação tão ímpar e tão complexa para todos, as escolas souberam ter esse papel social, mas, sobretudo, de ensino aprendizagem», destacou.
 
A medida de refeições escolares foi alargada aos alunos do escalão B da Ação Social Escolar no início do terceiro período e em abril houve uma média a rondar as 18 mil refeições servidas diariamente em cerca de 700 estabelecimentos de ensino básico ou secundário.
 
A Escola Secundária Fontes Pereira de Melo é uma das 19 Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola, que permite aos alunos-atletas de alta competição conciliarem o seu percurso desportivo com um percurso escolar de sucesso.

No próximo dia 6 de julho arranca a primeira fase de exames nacionais. O Ministro da Educação e o Presidente da República falaram com vários alunos dos 11.º e 12.º anos, bem como do ensino profissional, e desejaram a todos os estudantes do País uma excelente época de exames.