Saltar para conteúdo

Notícias

2020-07-29 às 21h10

Educação e Associação EPIS renovam protocolo de promoção do sucesso escolar

O Ministério da Educação e a Associação EPIS – Empresários pela Inclusão Social renovaram um protocolo para os próximos três anos letivos, que visa a continuação do alargamento do programa "Geração de Sucesso – 1.º ciclo". É uma parceria centrada na promoção do sucesso escolar no 1.º ciclo em todo o Continente, considerando o compromisso que é comum ao programa para a Educação do Governo Português e à missão da EPIS, a inclusão social.
 
Até ao final do ano escolar 2022-2023, o objetivo é o alargamento a mais agrupamentos escolares do Continente deste programa, que foi desenvolvido pela EPIS com uma metodologia própria, que permite acompanhar em proximidade crianças em risco de insucesso escolar até à conclusão do 1.º ciclo de escolaridade.
 
É através deste trabalho em parceria que se tem promovido o sucesso escolar de uma "nova geração" de alunos do 1.º ciclo, assegurando-se o acompanhamento através de técnicos dedicados e a monitorização dos progressos no final de cada período escolar e de cada ano letivo. Esta parceria permitirá ainda a continuação do processo em curso de validação externa deste programa, iniciada em 2018, com base em modelos de avaliação experimental (grupos de intervenção versus grupos de controlo aleatórios), a partir de duas "gerações" de alunos já em intervenção e de novas "gerações" a constituir ao longo dos próximos dois anos letivos.

Este programa promovido pela EPIS é desenvolvido em colaboração com o Ministério da Educação desde 2017-2018 e sai agora reforçado, com a renovação do protocolo por mais três anos letivos. No global, desde 2012 e até ao final deste ano letivo, o rastreio a crianças à entrada no 1.º ano de escolaridade, feito em 188 escolas do Continente, resultou numa intervenção ativa junto de 9.811 alunos.

O Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa, entende que «a parceria com a EPIS tem sido extremamente positiva, porque conseguimos melhorar desempenhos, reduzir abandono e, sobretudo, criar um conjunto de instrumentos para agir aos primeiros sinais de dificuldade e para que cada aluno tenha um adulto de referência que o ajuda a aprender».
 
Para Leonor Beleza, presidente da EPIS, «o protocolo que estamos hoje a renovar com o Ministério da Educação representa um sinal claro de que a promoção do sucesso escolar, desde o início da escolaridade, é prioritário para o Governo. O trabalho da EPIS tem incidido nos diferentes ciclos da escolaridade obrigatória e o que verificamos é que iniciar a intervenção junto dos ‘mais novos’ apresenta vários benefícios, uma vez que se está a promover a igualdade de oportunidades desde a entrada na escola. Acreditamos que apoiar as nossas crianças na aquisição dos conhecimentos e das competências certas, nos momentos certos, será um valioso contributo para que possam vir a ter um percurso escolar bem-sucedido».
 
O "Geração de Sucesso – 1.º ciclo" é uma das metodologias da EPIS, que desenvolve o maior programa "de iniciativa privada" para a promoção do sucesso escolar e da inclusão social de crianças e jovens entre os 6 aos 18 anos de idade. O plano de ação da Associação compreende metodologias próprias e plataformas informáticas amplas que asseguram a escalabilidade nacional dos programas, e assenta num modelo de expansão economicamente sustentável desenvolvido através de parcerias, onde se inclui o Ministério da Educação, autarquias e outras entidades públicas e privadas.
Tags: educação
Áreas:
Educação