Saltar para conteúdo

Notícias

2021-06-01 às 18h34

Dispositivo de combate a incêndios reforçado pela segunda vez em 2021

Combate a incêndios florestais, Valongo, 17 julho 2020 (foto: Estela Silva/Lusa)
O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) foi reforçado pela segunda vez em 2021 e conta agora com 9679 operacionais no terreno e 60 meios aéreos.

A Diretiva Operacional Nacional, que estabelece o dispositivo especial, ajustou o número de meios para o período de nível III, que se prolonga até 30 de junho, sendo que o número total de operacionais estará dividido por 2230 equipas e com 2223 viaturas.

Estão previstos cerca de 4266 elementos de bombeiros voluntários, 240 operacionais da Força Especial de Proteção Civil e 2176 da GNR, em que se incluem os guardas-florestais, além de cerca de 2000 sapadores florestais.

Desde 7 de maio, a Rede Nacional de Posto de Vigia é composta por 77 postos para prevenir e detetar incêndios.

Os meios de combate voltarão a ser reforçados a 1 de julho, para a que é considerada a fase mais crítica de incêndios, sendo o período que mobiliza o maior dispositivo, estando este ano em prontidão 12 058 operacionais, 2795 equipas, 2656 veículos e 60 meios aéreos.

O combate aos incêndios rurais em 2021 contará ainda com um novo instrumento, a Direita Integrada de Deteção e Vigilância de Incêndios Rurais, para melhorar a coordenação entre as entidades envolvidas na deteção e vigilância dos fogos.