Saltar para conteúdo

Notícias

2020-11-06 às 12h32

Avançam as obras na Linha do Oeste entre Mira-Sintra e Torres Vedras

Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos

Está assinado o auto de consignação das obras de requalificação da Linha Ferroviária do Oeste, entre Mira Sintra-Meleças e Torres Vedras.

A obra, orçamentada em 61,7 milhões de euros, estará a cargo do consórcio Gabriel A. S. Couto, S.A. / M. Couto Alves, S.A. / Aldesa Construcciones, S.A., a quem foi adjudicada a empreitada pela IP.

Em comunicado, a área governativa das Infraestruturas e da Habitação, escreve que «o Governo congratula-se com mais este importante passo para a modernização da linha do Oeste, que tem sido alvo de acentuada degradação nos últimos anos. Com o arranque das obras neste troço dá-se resposta aos anseios das populações servidas por esta linha, que permite ligar o Oeste a Lisboa, através da linha de Sintra».

O Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, lembra que «a modernização da linha do Oeste é uma obra que estas populações aguardam há muitos anos e que, agora, podemos dizer que vai mesmo acontecer. Quando estiver pronta, terão um serviço ferroviário com comboios elétricos mais confortáveis, mais rápidos, mais frequentes, mais amigos do ambiente e permitindo ligação direta ao Rossio ou à linha de cintura.»

Em outubro, a IP lançou também já o concurso no valor de 40 milhões de euros para a requalificação da Linha do Oeste entre Torres Vedras e Caldas da Rainha, já no distrito de Leiria.

A intervenção, que consta do programa Ferrovia 2020, prevê a eletrificação integral do troço, numa extensão de 43 quilómetros, a beneficiação de cinco estações e seis apeadeiros e a criação e melhoria dos acessos às plataformas de passageiros para pessoas com mobilidade condicionada.