Saltar para conteúdo

Notícias

2020-03-20 às 15h38

«Aumentar a testagem é uma prioridade»

Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, na conferência de imprensa diária sobre a pandemia de Covid-19, Lisboa, 23 março 2020 (foto: Manuel de Almeida/Lusa)
«Aumentar a testagem é uma prioridade. Estamos a englobar novos laboratórios na rede. O mercado tem respondido com soluções, algumas divulgadas na comunicação social, mas todas as respostas têm de passar pelo crivo de segurança do Instituto Nacional Doutor Ricardo Jorge. A fiabilidade em matéria de testagem é determinante», disse o Secretário de Estado da Saúde, António Sales, na conferência de imprensa diária sobre o Covid-19, em Lisboa.
 
António Sales afirmou que existem atualmente «várias linhas de encomendas a ser trabalhadas» para articular as diversas ajudas que «têm chegado de empresas, instituições e da sociedade civil».
 
O Secretário de Estado referiu ainda que está a ser feito um reforço de meios técnicos e humanos no Serviço Nacional de Saúde e que «a alocação de recursos financeiros nunca se colocará em causa nesta altura».
 
«Esta é uma prioridade. Nunca será por questões financeiras que não haverá recursos técnicos e humanos», acrescentou.
 
450 lugares para cuidados intensivos no setor privado
 
Durante a sua intervenção, António Sales referiu que o setor privado disponibiliza atualmente 450 lugares para cuidados intensivos, o que será uma resposta complementar importante:
 
«Essa resposta a juntar aos 1124 lugares de cuidados intensivos do SNS, poderá ser extremamente importante. Ainda não houve necessidade, mas quando a evolução do surto justificar, claro que serão chamados», disse.
 
Centro de Contato SNS24
 
O Secretário de Estado relembrou que o centro de contato SNS24 «e continua a ser a porta entrada do utente circuito da Covid-19», ainda que os tempos de resposta não sejam «os que gostaria». Disse também que a linha de apoio ao médico atingiu um número recorde de 4150 chamadas atendidas por 40 médicos voluntários em simultâneo.