Saltar para conteúdo

Notícias

2020-12-18 às 19h24

Açores têm dado «um grande contributo» para a nova Estratégia Nacional para o Mar

O Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, afirmou que os Açores têm dado «um grande contributo» para a nova Estratégia Nacional para o Mar 2021-2030, durante a apresentação da proposta no Teatro Faialense, na cidade da Horta.

Ricardo Serrão Santos enumerou a investigação científica relacionada com o mar, as publicações de relevo produzidas pela Universidade dos Açores e a classificação de várias áreas marinhas protegidas por iniciativa da região autónoma como exemplos dos contributos.

O Ministro referiu também que o património baleeiro açoriano é um exemplo «de transposição do saber tradicional de uma atividade extrativa para uma atividade turística de observação de cetáceos». «É um exemplo de sucesso reconhecido internacionalmente, de uma transição ecológica que garantiu a conservação da riquíssima cultura marítima associada à baleação», acrescentou.

A Estratégia Nacional para o Mar 2030 tem o objetivo de fomentar a economia azul sustentável e promover a criação de emprego, num quadro de um oceano saudável, sustentado no conhecimento científico.

«Num contexto de recuperação da nossa economia temos a oportunidade de visar uma mudança de paradigma. É fundamental descarbonizar a economia, desenvolver processos de produção mais limpos e tornar a economia mais circular, aumentando a sua eficiência no uso de recursos e de energia, e assegurar um aproveitamento sustentável dos recursos naturais», disse.

A aposta na inovação, na melhoria das condições de trabalho a bordo das embarcações de pesca, na reestruturação da frota e na sua renovação energética e digital, para prover a sua sustentabilidade económica e ambiental, em vez de apostar em mais embarcações e num aumento das quantidades pescadas e baixos preços em lota são fundamentais para cumprir os objetivos.
Áreas:
Mar