Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-12-06 às 12h47

Notas da intervenção do Ministro do Planeamento na conferência «Como poderá Portugal preparar-se para a próxima década – desafios e oportunidades»

Vivemos num contexto global de profundas mutações tecnológicas e societais (além das ameaças à própria sobrevivência da espécie humana) e, portanto, de incerteza global, que não deixará de se intensificar, e deverá abrir novos caminhos que, há alguns anos, muitos de nós associaríamos aos domínios de pura ficção. 

Haverá seguramente avaliações diferentes sobre a importância relativa das diferentes dinâmicas de mudança ou o seu impacto no tempo e nos diferentes territórios, mas julgo que ninguém duvidará do seu potencial disruptor, que afetará, não só, as relações entre países, mas também, no interior de cada um deles, as relações entre os diferentes grupos sociais.

Já iniciámos os trabalhos de preparação da Agenda Estratégica para o Portugal 2030, os quais, com a desejada entrada numa fase conclusiva da negociação do Quadro Financeiro Plurianual da União Europeia para o período 2021-2027, terão agora uma aceleração acentuada.

Leia o texto na íntegra