Saltar para conteúdo

Intervenções

2021-06-14 às 18h36

Intervenção do Secretário de Estado da Saúde na abertura da conferência Sustentabilidade em Saúde

A saúde, permitam-me a comparação, é um pouco como a água. Todos sabemos que é essencial, mas a verdade é que, quando a temos, nem pensamos nela. Mas, se nos falta, torna-se a coisa mais importante do mundo e não conseguimos fazer nada sem ela.

Esta pandemia, de proporções nunca antes vistas no nosso tempo, obrigou-nos a recentrar as nossas prioridades. Se antes já todos sabíamos que a saúde era essencial, agora deparámo-nos com a hipótese muito real de ela nos poder vir a faltar.

E, de repente, vimo-nos também obrigados a enfrentar a perspetiva do que poderia acontecer se o sistema de saúde falhasse. Obviamente que esta batalha ainda não está ganha (mesmo com os níveis de vacinação que já temos no país, não estamos livres de que apareça uma nova estirpe, por exemplo, que nos leve a reequacionar toda a situação), mas sabemos que, felizmente, o SNS respondeu à altura, muito graças ao esforço dos muitos profissionais de saúde incansáveis que se dedicaram a esta causa com um espírito de missão inquestionável, o mesmo que agora é empregue no processo de vacinação e na recuperação da atividade assistencial.

Leia a intervenção na íntegra em anexo.