Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-06-05 às 10h29

Intervenção inicial do Ministro do Ambiente e da Ação Climática no debate de urgência sobre justiça climática na Assembleia da República

«Se urgente é, com urgência será tratada esta discussão sobre política ambiental pós-pandemia, na data em que se comemora o Dia Mundial do Ambiente. Mas para este governo, a urgência dos temas ambientais começou muito antes e não cessará com este debate.

Urgente era a descarbonização da economia portuguesa. Por isso, este Governo aprovou há exatamente um ano o Roteiro para a Neutralidade Carbónica 2050, no qual se define a década de 2020/30 como o período chave para atingirmos os nossos objetivos.

Urgente era a transição energética e a ação climática. Por isso, aprovámos o Plano Nacional de Energia e Clima 2030 que, com ambição, traça as linhas mestras que nos orientarão na próxima década.

Urgente era um Plano de Ação para a Economia Circular, que fizemos e apresentámos à sociedade portuguesa, e igual exercício estamos a fazer para a Bioeconomia Sustentável e dele daremos conhecimento público, em breve».

Leia a intervenção na íntegra