Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-11-27 às 18h15

Intervenção do Ministro das Infraestruturas e da Habitação na PFP Days 2019: Portuguese Railway Summit

«Hoje é um dia muito importante e é uma honra para mim estar aqui como ministro das Infraestruturas e da Habitação e ter a responsabilidade, neste momento no Governo, pela ferrovia.

A ferrovia é central para este Governo. É uma prioridade. Infelizmente os problemas que nós temos são muitos. São muitos nas infraestruturas. São muitos na operação. Temos graves problemas porque o nosso país, a determinada altura, achou que a ferrovia era um meio de transporte do passado. E, portanto, estivemos 30 anos a investir na estrada, a investir na rodovia, no automóvel. Ao contrário de outros países, que ao mesmo tempo que o faziam estavam também a investir na ferrovia, os portugueses – que acham sempre que sabem mais do que os outros – começaram a desinvestir na ferrovia. A fechar linhas atrás de linhas. Não só fomos desinvestindo na ferrovia, como tivemos também a arte de desinvestir no material circulante. E, por isso, temos comboios com 50 ou 60 anos, da mesma década que os automóveis de uma capital que conhecemos.

Este é o material circulante que nós temos e que só circula porque temos uma empresa que faz magia, que se chama EMEF e que tem conseguido, apesar dos ataques que foi sofrendo ao longo de décadas fazer um trabalho maravilhoso, que merece o respeito, a consideração e a homenagem de todo o país».

Leia a intervenção na íntegra