Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-01-29 às 13h32

Intervenção do Ministro da Defesa Nacional na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

A Defesa Nacional comporta, porventura mais do que qualquer outra atividade governativa, uma imensa responsabilidade e urgência de ação. Isso apenas reforça a importância de ter quem pense, quem pondere, quem seja criativo e inovador, para identificar soluções para os complexos problemas do nosso tempo. 

E os problemas são efetivamente complexos. Aos tradicionais desafios inerentes ao choque de interesses das grandes potências mundiais, a que Portugal não pode escapar, fruto da sua condição geográfica, hoje enfrentamos níveis adicionais de complexidade. 

Somos confrontados com os impactos humanos dos fenómenos extremistas violentos, por exemplo o terrorismo em todo o Sahel e no Médio Oriente, ou a criminalidade organizada internacional que financia conflitos à escala global.

Somos confrontados com as ameaças híbridas, onde se conjugam ações militares hostis aos nossos aliados no leste europeu e no Médio Oriente, com ataques cibernéticos e desinformação. 

Somos confrontados ainda com a necessidade de resposta eficaz e atempada às consequências dificilmente previsíveis das alterações climáticas, seja no combate aos incêndios rurais, seja no apoio às populações após a passagem de tempestades. 


Leia a intervenção na íntegra