Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-11-12 às 12h00

Intervenção do Ministro da Administração Interna na cerimónia de tomada de posse dos inspetores do 10.º Estágio da Carreira de Investigação e Fiscalização do SEF

«Este Curso representa um momento histórico no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e corresponde a uma aposta no rejuvenescimento e no reforço do SEF, que não tem paralelo em nenhum outro organismo do Ministério da Administração Interna. Desde 2006 que não entrava no SEF nenhum inspetor por concurso, portanto este recrutamento de 100 jovens inspetores, com um equilíbrio quase perfeito de género entre homens e mulheres, com formação particularmente qualificada e com um Curso exigente que decorreu ao longo de um ano muito especial na vida de todos nós, corresponde a um novo tempo para o SEF. E reforça o que sucedeu desde 2017, período em que, como nunca havia ocorrido em toda a história do SEF, 250 novos inspetores iniciaram funções - 150 inspetores por recrutamento, no âmbito da Administração Pública, que frequentaram o 6.º, 7.º, 8.º e 9.º estágios, e agora estes 100 inspetores, por recrutamento externo, que frequentaram este 10.º estágio e que hoje iniciam plenas funções.

É aqui decisivo refletir um pouco sobre a natureza geoestratégica do país, um quadro onde o SEF tem um papel decisivo na afirmação da forma como nos vemos no mundo. Portugal foi, ao longo de séculos, um país que fundamentalmente exportou portugueses, um pouco para todo o mundo. Da Califórnia ao Japão, os portugueses estão em toda a parte e em muitos locais foram aqueles que primeiro aí chegaram, levando a marca da matriz cultural europeia um pouco para todo o mundo. Foi esse o nosso modelo de país ao longo de cinco séculos. Ainda nas últimas décadas do século XX, centenas de milhares de portugueses saíram de Portugal em busca de pão para os filhos, em busca de liberdade, para destinos sobretudo dentro da União Europeia, constituindo comunidades portuguesas muito significativas em França, Alemanha, Reino Unido ou Suíça.»

Leia a intervenção na íntegra