Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-12-06 às 13h44

Intervenção da Senhora Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural na cerimónia no Castelo de Santa Maria da Feira

«É com enorme prazer que participo nesta cerimónia no Castelo de Santa Maria da Feira e que evoca a Comissão de Vigilância, uma instituição centenária de salvaguarda deste património emblemático feirense.

Criada em 1909, a Comissão de Vigilância foi pioneira nas políticas de salvaguarda, preservação e valorização do património arquitetónico e histórico português. Se hoje a centralidade do património edificado é um dos esteiros das políticas públicas para a área governativa da cultura, muito o devemos a exemplos precursores como o desta associação cultural instituída e trabalhada pelos cidadãos de Santa Maria da Feira.

Mas esta iniciativa não foi apenas inovadora no que à importância da salvaguarda do património edificado respeita. Ela foi, mais que isso, original na forma como, através deste gesto singular, os cidadãos feirenses cuidaram do seu ex libris e da sua tradição e, assim, demonstraram que o património cultural é um bem comum e uma responsabilidade coletiva, que exige de nós um compromisso alargado.»

Leia a intervenção na íntegra em anexo.