Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-02-19 às 13h18

Intervenção da Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural no seminário «Um País com História, um Património com Futuro»

Como o tema deste seminário nos recorda: um país que não preserva o seu passado – e o seu património cultural – é um país sem futuro. Mas é igualmente verdade que um país que não dá presente e futuro ao seu património perde a sua história e a sua identidade.

Isto não é um jogo com as palavras, mas um sentido para as políticas públicas na área da cultura. O património cultural de um país, móvel e imóvel, material ou imaterial, não é nem pode ser apenas história feita, memória estática. Sobre o património cultural não podemos dizer que é algo que foi, porque a meta e o objetivo que estabelecemos é poder dizer que aqui está algo que foi, que é e que continuará a ser.

Mais uma vez, não são apenas palavras, mas práticas seguidas a cada dia por este Governo e pelas parcerias vastas que promove:

- Hoje os Carrilhões de Mafra finalmente podem tocar graças a um investimento de quase dois milhões de euros, que garantiu a operacionalidade do carrilhão da Torre Sul e, assim, devolveu ao Palácio Nacional de Mafra o seu papel ímpar a nível mundial no campo dos instrumentos musicais integrados em património arquitetónico.

- Hoje podemos visitar a Sala D. João IV do Palácio Nacional da Ajuda, cujo restauro devolveu as condições de visita a esta emblemática divisão do Palácio, plena de significado histórico e artístico.

- Hoje podemos falar de um conjunto significativo de obras e intervenções de preservação, restauro ou requalificação que este e o anterior Governo lançou nos últimos anos, por sua iniciativa ou em parceria com outras entidades públicas e privadas, como no Museu Soares dos Reis, Igreja de Santa Clara do Porto, no Convento da Saudação em Montemor-o-Novo, bem como na Mata Nacional do Bussaco. Hoje podemos falar dos projetos que, nos próximos anos, permitirão a instalação do Museu Nacional da Resistência e Liberdade na Fortaleza de Peniche e o Museu Nacional da Música no Palácio Nacional de Mafra.

- Hoje podemos afirmar que até ao final do ano veremos concluídas as obras de remate da ala poente do Palácio Nacional da Ajuda para aí instalar o museu do Tesouro Real.

Leia a intervenção na íntegra em anexo.