Saltar para conteúdo

Intervenções

2021-04-28 às 15h59

Intervenção da Ministra de Estado e da Presidência no debate sobre politica setorial na Assembleia da República

O último ano ficou marcado pela maior crise de saúde pública que o país e o mundo enfrentaram nos últimos cem anos. Vivemos uma crise sem precedentes que obrigou a medidas também elas sem precedentes.

Ao contrário de há um ano, é hoje unânime que a crise que vivemos – como todas as crises - tem impactos muito diferenciados:
em função do estado de saúde,
em função da situação económica de cada um,
em função das desigualdades estruturais da nossa sociedade.

Temos, por isso, de ter uma atenção redobrada para com os que estão em circunstâncias mais frágeis. Cabe-nos agir para minimizar as consequências da crise, desde logo na proteção das vítimas de violência doméstica, cuja vulnerabilidade foi agravada no ano de restrições que atravessámos.

Foi nossa prioridade proceder de imediato ao reforço de meios e de mecanismos de proteção das vítimas para garantir que, mesmo em confinamento, lhes era - e é - prestado o apoio necessário. Desde março de 2020, alargámos e diversificámos os canais de atendimento, criámos novas respostas de acolhimento de emergência e promovemos a difusão de várias campanhas de sensibilização.

Leia a intervenção na íntegra em anexo.