Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-09-23 às 16h51

Intervenção da Ministra de Estado e da Presidência no debate sobre a «Visão Estratégica para o Plano de Recuperação Económica de Portugal 2020-2030»

[Vale a versão proferida]

Um jovem nascido em 1990 completa, neste ano de 2020, 30 anos e terá assistido, na sua vida adulta, a duas crises económicas de dimensão internacional. Há menos de uma década, muitas empresas onde poderia ter trabalhado deixaram de contratar, os salários sofreram cortes, não progrediu na carreira que escolheu. Na última crise, os seus pais podem ter ficado desempregados e os seus avós podem ter tido pensões cortadas.

Provavelmente, aos 30 anos, adiou a sua saída de casa, e não pode ainda escolher ter filhos.

As crises, mesmo depois de ultrapassadas, persistem na vida daqueles que as viveram. Por isso é tão importante responder com rapidez e eficácia, para que nesta crise os impactos não sejam tão profundos. Para evitar recuos de décadas no emprego, nos rendimentos e nos direitos como aqueles que aconteceram no passado.

O Governo tem assumido o compromisso de responder a esta crise de forma diferente. E temos trabalhado para criar as condições para que a resposta combata os efeitos da crise provocada pela pandemia em lugar de os acentuar.

Temos hoje recursos financeiros inéditos que se materializam neste Plano de Recuperação e Resiliência.

Leia a intervenção na íntegra em anexo.