Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-03-07 às 21h23

Intervenção da Ministra da Cultura no Centenário do Teatro Nacional São João

«É um privilégio para uma Ministra da Cultura poder assinalar o centenário de uma das suas instituições, muito em particular de um Teatro Nacional. Esta é, pois, uma noite de festa em que celebramos este património artístico, histórico e arquitetónico da cidade do Porto e de toda a cultura portuguesa.

Começo, por isso, por dar os parabéns ao Teatro Nacional São João, que é o mesmo que dar os parabéns àqueles que aqui trabalham todos os dias, a todos aqueles que aqui trabalharam, aos artistas e companhias que nos encantaram neste palco, às administrações e direções que aqui comandaram os destinos desta casa, à cidade do Porto que sempre se uniu em redor deste teatro e da sua preservação e valorização, aos espetadores que aqui entusiasmaram e comoveram. Todos, independentemente dos modelos e formatos, fizemos deste espaço um espaço que é verdadeiramente nacional porque nele cabemos todos, sem franquias, quotas ou rivalidades.

Este é um teatro que pensa o seu lugar a partir da Praça da Batalha, da Praça Carlos Alberto e do Jardim da Cordoaria, um teatro que existe num triângulo que é parte essencial da cidade do Porto e, com isso, peça fundamental de um património que se oferece permanentemente à cidade que habita, mas também a quem procura nela o encanto da representação e do espetáculo. Um teatro com dois monumentos nacionais à sua responsabilidade e que chama para neles habitar autores que são, também eles, exemplos mundiais de como pensar a palavra, de como a transmitir e de como a legar».

Leia a intervenção na íntegra
Tags: teatro