Saltar para conteúdo

Intervenções

2021-07-21 às 15h36

Discurso do Primeiro-Ministro no debate sobre o Estado da Nação

Depois de ano e meio particularmente exigente em que o combate à pandemia se sobrepôs a tudo o resto, é tempo de olhar em frente, e pôr mãos à obra, para responder às prioridades e superar os desafios.

O mote da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia foi: "é tempo de agir". E agimos. 

Esse é um desígnio que continua atual. É mesmo tempo de agir.

Todos estamos convocados para esta tarefa. Todos estamos convocados para responder aos problemas dos portugueses e não deixar ninguém para trás. Com sentido de responsabilidade e um imperativo de urgência, este é o momento de abrir uma nova janela de esperança e aproveitar as oportunidades irrepetíveis que os próximos tempos nos trarão.

Esse é o nosso dever, esse é o meu dever, esse é o dever que todos temos de honrar!


Leia a intervenção na íntegra