Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-10-30 às 17h08

Discurso do Ministro do Ambiente e da Ação Climática no debate parlamentar de apreciação do Programa do Governo

Nem sempre sabemos o que nos espera quando falamos de certos fenómenos. Mas sabemos bem o que nos espera quando falamos de alterações climáticas. Sabemos bem da necessidade de mudança de hábitos que, como cidadãos, temos de levar a cabo. E sabemos bem da necessidade de liderança política para atingirmos os nossos objetivos.

Sendo a ação climática um domínio transversal, e assim reconhecido na orgânica e no programa do Governo, a concentração num só Ministério das competências chave para a mitigação das emissões, a adaptação do território e o sequestro de carbono é, em nosso entender, um muito bom começo.

Não partimos do zero. Sabemos o que fizemos nos últimos quatro anos: um trabalho com resultados. Sentimos também que este é um tema cujas preocupações são comuns a muitos dos partidos nesta assembleia e, mais do que tudo, sabemos ser esta uma das maiores preocupações dos portugueses, em particular os das gerações mais jovens.

Em resumo, somos responsáveis, sempre, mas sobretudo seremos mais ambiciosos. É de ambição que se trata quando se fala em reduzir em 55% as nossas emissões, até 2030, em ser neutro em carbono, em 2050, em acabar, durante esta legislatura, com a produção de eletricidade a partir do carvão.

Leia o discurso na íntegra