Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-07-24 às 9h56

Discurso do estado da Nação

Como inevitavelmente acontece nos momentos de maior dificuldade, há sempre quem se pergunte: Vai ser possível vencer a crise? Como o vamos conseguir? Já ouvi isto em 2015, 2016, 2017…

Bem sei que o mês de fevereiro parece que foi há uma eternidade e que o mundo se transformou radicalmente desde então. Mas se fizermos um esforço de memória e recordarmos a situação em que então nos encontrávamos, podemos confirmar que a mudança a que nos propusemos foi possível. Tínhamos alcançámos um excedente orçamental, pela primeira vez em democracia. Tínhamos voltámos a convergir com a União Europeia, já desde 2017. Tínhamos registado 350.000 novos postos de trabalho, desde o início da anterior legislatura. E tínhamos conseguimos retirar 550.000 pessoas da situação de pobreza ou exclusão social, desde 2015.

Sim, foi possível vencer a anterior crise. Muitos duvidaram, mas com as políticas certas e o empenho de todos os portugueses, conseguimos. E conseguiremos novamente.

Os esforços dos últimos anos permitem-nos encarar este novo desafio com a confiança de quem sabe dar a volta às adversidades. Tal como então, sabemos que a resposta não é austeridade. E os recursos únicos de que agora dispomos vão permitir-nos tornar o país não só mais resiliente, mas mais competitivo, mais moderno e mais próspero. 

Leia o discurso na íntegra
Discurso do Primeiro-Ministro sobre o Estado da Nação na Assembleia da República