Saltar para conteúdo

Intervenções

2020-07-24 às 15h12

Discurso da Ministra de Estado e da Presidência no encerramento do debate do estado da Nação

O primeiro ano desta legislatura foi muito diferente do que todos nesta câmara - e no país – antecipávamos. Quando aprovámos em versão final o orçamento para 2020, 30 dias antes do primeiro caso de Covid-19 ser diagnosticado em Portugal vivíamos um momento ímpar do nosso país neste século: 

  • O desemprego estava no valor mais baixo dos últimos 17 anos;
  • Vivíamos 3 anos de convergência com a União Europeia;
  • Obtivemos o primeiro saldo orçamental positivo da nossa democracia;
  • Os níveis mais baixos de sempre da pobreza, das desigualdades, ou do abandono escolar precoce. 

Alguns poderão dizer que de pouco nos vale o bom momento que o país vivia antes da crise pandémica. Mas a verdade é que sem as conquistas que fizemos nos últimos quatro anos estaríamos a enfrentar esta crise em muito piores condições. Sem a margem orçamental entretanto conquistada, sem a recuperação de emprego e de rendimento das famílias, sem o reforço de mais de 20 mil de profissionais de saúde ou sem o reforço que fizemos na proteção social a crise que agora enfrentamos seria ainda mais dura e mais violenta.

Leia o discurso na íntegra