Saltar para conteúdo

Comunicados

2020-04-09 às 16h21

Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional presidiu à primeira reunião com os serviços da administração central do Alentejo

O Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches, presidiu esta manhã à primeira reunião com os serviços da administração central, presentes no Alentejo, região em que terá a responsabilidade de coordenar a execução da declaração do Estado de Emergência.

Estas funções surgem na sequência do despacho publicado no passado dia 6 de abril, pelo Primeiro Ministro, que atribuiu a cinco Secretários de Estado novas competências enquanto autoridades que irão assegurar uma melhor coordenação dos serviços da administração central de nível regional ou distrital, necessários no combate à pandemia da Covid-19.

A reunião, que decorreu por videoconferência, contou com a presença do Comandante Operacional Distrital da Proteção Civil, da Autoridade de Proteção Civil, das Forças Armadas, da Administração Regional de Saúde do Alentejo, da Autoridade Regional de Saúde Pública, dos Centros Distritais da Segurança Social, da Guarda Nacional Republicana, da Polícia de Segurança Pública, da CCDR Alentejo, da Direção-geral dos Estabelecimentos Escolares do Alentejo, do Instituto Português do Desporto e Juventude, da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo e ainda da delegação do Alentejo do Instituto do Emprego e Formação Profissional.

Neste primeiro encontro, de natureza operacional, ficou estabelecido que semanalmente será realizada uma reunião com todas as estruturas desconcentradas do Estado, existentes na região, com o objetivo de identificar problemas e potenciar soluções articuladas, que permitam dar a resposta mais adequada no controlo e mitigação da pandemia, no Alentejo.

No âmbito das suas novas competências, o Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional tinha iniciado já ontem um conjunto de reuniões com autoridades de saúde e proteção civil regionais, tendo também visitado o Laboratório de Virologia Vegetal da Universidade de Évora, onde funciona a recém-criada Unidade de Testes Covid-19, que utiliza as metodologias propostas pelo Instituto de Medicina Molecular (IMM), validadas pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA). 

Estão ainda previstas reuniões com as Comunidades Intermunicipais da região e com representantes do terceiro setor. Ficou também acordado o acompanhamento diário da atividade de todas as áreas da administração regional dos distritos de Beja, Évora e Portalegre e dos municípios de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines, pertencentes ao distrito de Setúbal.
Áreas:
Defesa Nacional