Saltar para conteúdo

Comunicados

2020-04-01 às 14h43

Respostas da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil à pandemia de Covid-19

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) tem desenvolvido uma intensa atividade diária, no âmbito da ativação do Plano Nacional de Emergência de Proteção Civil para responder à crise de saúde pública originada pela pandemia Covid-19. Para esse fim, várias medidas foram já acionadas e colocadas no terreno, num esforço conjunto e solidário de otimização de recursos, competências e capacidades das forças, serviços e entidades aos vários níveis da administração do território e pelas diferentes áreas públicas.

Assim, entre os dias 26 e 28 de março, a ANEPC, através Força Especial de Proteção Civil (FEPC), e em estreita articulação com a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), cedeu um total de 20 tendas a estabelecimentos prisionais, das quais 9 foram já montadas, permitindo uma maior capacidade de gestão e segurança dos mesmos.

No dia 31 de março, a Brigada de Apoio Logístico da Força Especial de Proteção Civil (FEPC) concluiu a distribuição de 30 mil máscaras FFP2 pelos 18 Comandos Distritais, reforçando os equipamentos de proteção individual dos Corpos de Bombeiros e dos seus operacionais, os quais contactam diariamente com pessoas doentes e em ambientes de risco acrescido.

Em articulação com as Autoridades de Saúde e com as autoridades políticas locais foram instaladas 2 tendas no distrito da Guarda, aumentando assim a capacidade de acolhimento e triagem dos doentes Covid-19. Foram igualmente mobilizadas 2 tendas para a região do Algarve, aumentado a capacidade das urgências dos hospitais de Faro e Portimão na receção de infetados.

Por todo o país, os diferentes Agentes de Proteção Civil e os Municípios têm vindo a desenvolver uma intensa atividade de mobilização de recursos e valências, destacando-se as vertentes da sustentação logística, do apoio às populações e a operacionalização de soluções alternativas para o apoio a lares e outros estabelecimentos similares, em articulação com a Segurança Social.

Neste âmbito, importa ainda referir que estão já operacionalizadas 433 zonas de apoio com uma capacidade total de aproximadamente 28 000 pessoas, e identificados 242 locais de apoio para a evacuação de lares e outros estabelecimentos com uma capacidade total de aproximadamente 7 000 utentes.

De sublinhar que os Comandos Distritais de Operações de Socorro (CDOS) da ANEPC concentram, igualmente, a sua atenção na preparação e organização de postos de comando que operacionalizam os Planos de Emergência de Proteção Civil distritais acionados, respondendo a situações atuais e futuras de maior exigência do sistema de proteção civil.

Ainda no âmbito do reforço dos equipamentos de proteção individual (EPI), a ANEPC, em articulação com as autoridades de saúde, garantirá durante a tarde de hoje a distribuição do segundo reforço de equipamentos pelas forças e serviços de segurança, num total de 122 000 novas máscaras cirúrgicas Tipo II.