Saltar para conteúdo

Comunicados

2020-12-21 às 15h44

Novo apoio para a promoção de vinhos em países terceiros no valor de seis milhões de euros

Começa amanhã, dia 22 de dezembro, o prazo para a candidatura a apoios à promoção de vinhos portugueses, em mercados terceiros, no valor de seis milhões de euros.

Esta medida destina-se a apoiar a promoção de vinhos em todos os mercados de países terceiros, com um período de execução de um ano, sendo considerados prioritários Angola, Moçambique, Canadá, EUA, Brasil, Colômbia, México, Noruega, Rússia, Suíça, Ucrânia, China, Coreia do Sul, Japão e Singapura bem como o Reino Unido, considerado país terceiro a partir de 1 de janeiro de 2021.

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, salientou: «Sabendo da importância da internacionalização dos nossos produtos, num mercado muito competitivo, lançamos agora este Aviso para o setor dos vinhos, por forma a acautelar, através de políticas públicas, os efeitos negativos desta pandemia no mercado e garantir que retomaremos rapidamente o ritmo de crescimento que tínhamos antes desta crise sanitária. Num tempo de grande incerteza, o setor do vinho tem dado provas de enorme resiliência e capacidade de adaptação. E os números mostram-nos isso mesmo, com o crescimento nas exportações – 3,9% de janeiro a outubro, quando comparado com o mesmo período de 2019 - mesmo num ano de dificuldades excecionais. Queremos continuar a apostar nos vinhos portugueses e na vitalidade do setor».

A pandemia da Covid-19 veio colocar fortes desafios à economia, à forma como produzimos e a forma como chegamos aos consumidores. Tivemos de nos adaptar a uma nova realidade, em nome da saúde pública. A esta turbulência e a estas condicionantes não escapou o setor do vinho, especialmente afetado pelo encerramento e constrangimentos do canal HoReca.

Para atenuar estes efeitos, o Ministério da Agricultura lançou várias medidas de apoio, incluindo um pacote de 18 M€ de medidas de crise (12 milhões de euros para a
destilação de vinho e seis milhões para o armazenamento de crise disponibilizamos mais 6 M€), e, ainda, a criação de um Reserva Qualitativa para o vinho do Porto no valor de 5 milhões de euros.

Numa estratégia consistente de apoio ao investimento das exportações do vinho nacional, prosseguida pelo Instituto do Vinho e da Vinha (IVV) em articulação com o IFAP, o apoio à promoção em países terceiros é destinado às empresas exportadoras, organizações interprofissionais e outras entidades com projetos de promoção em países extracomunitários.

O período de candidaturas termina dia 22 de janeiro.
Tags: vinho
Áreas:
Agricultura