Saltar para conteúdo

Comunicados

2021-05-25 às 9h35

Ministra da Cultura lamenta profundamente a morte do jornalista e investigador Carlos Santos Pereira

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, lamenta profundamente a morte do jornalista e investigador Carlos Santos Pereira (1950-2021).
 
Natural de Lisboa e licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Carlos Santos Pereira destacou-se pelo seu trabalho como jornalista em política internacional e segurança, áreas que marcaram também o seu percurso como investigador e docente.
 
Foi fundador, editor de Política Internacional e grande repórter do jornal Público. No seu trabalho como repórter, muito em particular na forma como acompanhou alguns dos conflitos que marcaram a história recente, deixou uma marca indelével, como exemplo de rigor, de isenção e de excelência na cobertura dos eventos. Trabalhou ainda para a Agência Lusa e, mais recentemente, para o Diário de Notícias.
 
Foi professor na licenciatura em Comunicação Social do Instituto Politécnico de Tomar e dirigiu a pós-graduação de Media, Segurança e Defesa no ISCTE, destacando-se também como autor de referência nas áreas da segurança e política internacional.
 
O País perde um dos seus grandes e mais destemidos repórteres e o jornalismo perde um dos seus mais rigorosos profissionais.
 
À Família e Amigos enviam-se sentidas condolências.

Áreas:
Defesa Nacional