Saltar para conteúdo

Comunicados

2019-10-28 às 12h36

Ministra da Cultura lamenta morte do poeta José Bento

A Ministra da Cultura lamenta a morte do poeta José Bento (1932-2019), vencedor da primeira edição do Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura, em 2006, e um dos mais marcantes tradutores portugueses.
 
Natural de Pardilhó, concelho de Estarreja, começou a colaborar com diversas revistas literárias na década de 50, tendo participado no primeiro número da revista Colóquio Letras em 1971.
 
Autor de diversos livros de poesia, como Silabário (1992, vencedor do Prémio D. Dinis em 1992), Alguns Motetos (2003) ou Sítios (2011), José Bento enriqueceu de forma inestimável a cultura portuguesa com o seu trabalho como tradutor, pelo qual venceu duas vezes o Prémio de Tradução do PEN Clube Português / Associação Portuguesa de Tradutores, dando a conhecer o melhor da literatura em língua espanhola ao público português e fortalecendo significativamente os laços que unem as diversas culturas das línguas ibéricas.
 
O conhecimento da literatura espanhola em Portugal é indissociável do seu trabalho, acompanhado por gerações de leitores que, através do seu trabalho, conheceram Fernando de Rojas, San Juan de la Cruz, Santa Teresa de Ávila, Garcilaso de la Vega, Francisco de Quevedo, Gustavo Adolfo Bécquer, Juan Ramón Jiménez, Federico García Lorca, Antonio Machado, Luis Cernuda, entre tantos outros.
 
À Família e Amigos enviam-se sentidas condolências.
 
Graça Fonseca
28 de outubro, 2019 
Tags: cultura
Áreas:
Cultura