Saltar para conteúdo

Comunicados

2020-06-22 às 15h32

Estabelecimentos prisionais retomam visitas com novos equipamentos de segurança

1. A Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, e o diretor da Direção Geral de Reintegração e Serviços Prisionais, Rómulo Mateus, visitam no próximo dia 23 de junho, pelas 9h45, o Estabelecimento Prisional da Carregueira, numa iniciativa que pretende assinalar a retoma das visitas nos estabelecimentos prisionais e centros educativos.

As visitas aos estabelecimentos prisionais reiniciaram-se a 15 de junho (em 14 Estabelecimentos Prisionais), tendo vindo diariamente a alargar-se a outros estabelecimentos.

Nesta data (23 de junho), falta reiniciar as visitas aos reclusos em apenas seis Estabelecimentos Prisionais, o que se concretizará até ao final do corrente mês.

2. A retoma de visitas implicou um amplo trabalho de preparação da parte dos estabelecimentos prisionais, com vista a cumprir todas as normas de segurança determinadas pela Direção Geral de Saúde (DGS), tendo em vista proteger adequadamente todos os funcionários, reclusos e seus familiares.

Especial realce merece a instalação dos parlatórios - 675 cabines de visita, num investimento que rondou os 300 000 euros.

3. Por seu turno, as visitas aos jovens internados em centros educativos recomeçaram a 15 de junho, sendo que no dia 21 de junho já estavam a decorrer em todos os seis centros educativos, nos quais foram também instaladas cabines de vistas.

4. O Estabelecimento Prisional da Carregueira foi criado em outubro de 1997 e recebeu os primeiros reclusos no dia 2 de setembro de 2002. Trata-se de um Estabelecimento Prisional de nível de segurança alta e de grau de complexidade de gestão elevado, com lotação para 732 detidos.

Atualmente conta com 752 reclusos, 20 dos quais são preventivos, transferidos temporariamente, no âmbito da Covid-19, provenientes do Estabelecimento Prisional de Lisboa. 49 reclusos encontram-se em regime aberto no interior.

Para as visitas aos reclusos, este estabelecimento prisional dispõe, para além de salas de parlatórios, de 9 quartos para visitas íntimas.
Tags: prisões
Áreas:
Justiça