Saltar para conteúdo

Comunicados

2019-11-28 às 15h56

Esclarecimento da Administração Interna sobre segurança na cidade do Porto

Na sequência do comunicado divulgado esta manhã pela Câmara Municipal do Porto sobre questões de segurança na cidade do Porto, o Ministério da Administração Interna esclarece:

O tema da segurança no município do Porto tem vindo a ser acompanhado pelo Ministério da Administração Interna, em articulação com o Sr. Presidente da Câmara Municipal do Porto.

O Ministério da Administração Interna condena todos os incidentes verificados em contextos de eventos desportivos, ou em quaisquer outros, que impliquem perturbação da ordem pública.

Importa realçar que, para o acompanhamento das claques no âmbito dos jogos da Liga Europa, que se realizam em Braga e Guimarães, o Comando Metropolitano do Porto mobilizou o efetivo e as unidades policiais que considerou adequadas. Na sequência dos incidentes ocorridos, foram detidas e/ou identificadas 16 pessoas.

O reforço do investimento nas forças de segurança é uma prioridade do Ministério da Administração Interna, em todo o país.

Só para a Área Metropolitana do Porto (AMP) estão previstos, no âmbito da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança 2017/2021, cerca de 20 milhões de euros de investimento para a construção e requalificação de infraestruturas da PSP.

Concretamente para o concelho de Porto, estão previstas novas instalações para a PSP, que serão transferidas da Bela Vista para o Viso. Além das valências da Unidade Especial de Polícia, o projeto também contempla a transferência dos Núcleos de Logística e de Formação da PSP, bem como a instalação de toda a Divisão de Trânsito (atualmente dispersa por dois edifícios). O projeto abrange ainda a construção de uma Esquadra genérica (com salas de detenção e espaços de apoio a vítimas de violência doméstica), que vai substituir a existente na zona do Viso e em instalações já degradadas. Outra componente importante será a edificação de um Centro de Operações com as respetivas capacidades de Comando e Controlo.

Leia o comunicado na íntegra em anexo.