Saltar para conteúdo

Comunicados

2020-04-29 às 22h23

Comunicado do Governo Português sobre a conclusão das negociações de um Acordo de Comércio entre a União Europeia e o México

O Governo Português saúda com grande satisfação a conclusão das negociações do novo Acordo Comercial entre a União Europeia e o México, hoje anunciada pela Comissão Europeia.

Num mundo muito condicionado pela gestão da crise pandémica, ter sido possível concluir as negociações deste importante Acordo tem um significado ainda mais especial, que merece registo. O comércio livre e assente em regras será um instrumento incontornável para a recuperação da economia europeia e mundial. Hoje, ainda mais do que ontem, é fundamental que a União Europeia continue a promover a sua ambiciosa agenda comercial.

O novo Acordo comercial UE-México pretende modernizar e atualizar o Acordo Global em vigor, cujos efeitos económicos foram e são indisputavelmente positivos. Desde a sua entrada em vigor, no ano de 2000, o volume do comércio de mercadorias cresceu 148%, tendo as trocas comerciais entre a UE e o México atingido um importante patamar.

O México, para além de potência regional e importante parceiro de Portugal e da União Europeias, nos planos político e económico, é o principal parceiro comercial da União Europeia na América Latina, sendo também um mercado relevante e com enorme margem de progressão para as exportações portuguesas de mercadorias.

O Governo Português está convicto de que os termos do Acordo agora concluído, nomeadamente a redução dos direitos aduaneiros sobre produtos agrícolas, a proteção de um conjunto importante de indicações geográficas europeias, a abertura de novos mercados no setor dos serviços e contratos públicos, bem como a proteção dos investimentos europeus no México, permitirão intensificar ainda mais o comércio e o investimento, num quadro em que saíram reforçados os objetivos, partilhados pela UE e pelo México, em matéria de desenvolvimento sustentável.