Sete empreendimentos de regadio representam investimento de 71 milhões de euros - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-07-05 às 11h07

Sete empreendimentos de regadio representam investimento de 71 milhões de euros

Ministro da Agricultura, Floresta e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, na apresentação do Programa Nacional de Regadios, Vila Franca de Xira, 3 março 2018 (Foto: César Cordeiro)
O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, aprovou um investimento superior a 71 milhões de euros no âmbito do Programa Nacional de Regadios

Este apoio público que vai beneficiar 7 empreendimentos de regadio noutros tantos concelhos distribuídos por diversas regiões do País. 

Alguns deste projetos são integralmente novos, como são os casos dos regadios de Vilar Chão e Parada (Alfândega da Fé), Xévora (Campo Maior), Várzea de Odeleite (Castro Marim) e Freixiel (Vila Flôr), enquanto nos casos de Vale Madeiro (Mirandela) e Minutos (Montemor-o-Novo), se trata de ampliações. 

No caso da Estação Elevatória dos Álamos (Portel), integrada no complexo do Alqueva, trata-se de um investimento que tem como objetivo duplicar a capacidade de bombagem atualmente instalada.

O Programa Nacional de Regadios constitui um importante instrumento de investimento e desenvolvimento do País, designadamente dos territórios rurais, que até 2022 absorverá um investimento global de 534 milhões de euros, que se traduzirão em mais 95 mil hectares de regadio e na criação de mais de 10 mil novos postos de trabalho permanentes.

O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural afirmou que se trata de «apostar na valorização do território, imprimindo uma nova dinâmica de desenvolvimento do interior e de adaptação às alterações climáticas, contribuindo ao mesmo tempo para o autoaprovisionamento do País e para a redução das importações».