Saltar para conteúdo

Notícias

2019-01-11 às 21h45

Programa Nacional de Regadios é essencial para «melhorar a qualidade dos solos agrícolas»

Primeiro-Ministro António Costa durante a sessão de lançamento do concurso para a construção do Bloco de Rega de Viana do Alentejo, 11 janeiro 2019 (Foto: Nuno Veiga/Lusa)
O Primeiro-Ministro António Costa afirmou que o Programa Nacional de Regadios é essencial para «melhorar a qualidade dos solos agrícolas», durante a sessão de lançamento do concurso para a construção do Bloco de Rega de Viana do Alentejo.

O concurso, integrado no Programa Nacional de Regadios e no âmbito do alargamento do empreendimento do Alqueva, envolve um investimento de seis milhões de euros e a empreitada deverá estar concluída em 2021. O novo bloco de rega vai beneficiar uma área de cerca de 4600 hectares.

Numa cerimónia que também contou com uma intervenção do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, e com a presença do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, António Costa realçou que o regadio é fundamental para a competitividade da agricultura nacional.

O Governo português negociou com o Banco Europeu de Investimento e com o Banco do Conselho da Europa o financiamento de um programa de mais 90 mil hectares de regadio: 40 mil no Alqueva e 50 mil em outras zonas do País.

O Programa Nacional de Investimentos 2030prevê ainda «um investimento muito importante de 750 milhões de euros» para prosseguir o Programa Nacional de Regadios, acrescentou António Costa.

O Primeiro-Ministro realçou que o Alentejo que se está a construir «está seguramente melhor porque há esta facilidade do acesso à água».