Saltar para conteúdo

Notícias

2019-05-23 às 18h06

Primeiro-Ministro homenageou Eduardo Lourenço

Primeiro-Ministro António Costa com Eduardo Lourenço na atribuição do prémio com o nome do ensaísta e intelectual, Lisboa, 23 maio 2019 (Foto: Paulo Vaz Henriques)
O Primeiro-Ministro António Costa presidiu à entrega a Eduardo Lourenço da primeira edição de um prémio com o seu nome instituído pela Livraria Lello. 

Na cerimónia, que foi também uma homenagem ao ensaísta e intelectual no seu 96.º aniversário o Primeiro-Ministro afirmou que «são homens como Eduardo Lourenço que dão coesão à comunidade, identidade aos países, duração ao tempo, consistência aos sonhos e sentido aos caminhos do futuro». 

«Um futuro que, como ele sempre quis e pelo qual sempre lutou, tenha, para todos os homens, aquela liberdade livre e aquela dignidade material e espiritual», acrescentou.

António Costa referiu também o «permanente compromisso cívico e político, inseparável da sua vivência cultural» de Eduardo Lourenço. 

«Foi seguramente este cidadão, ativo e comprometido, que o senhor Presidente da República reconheceu, ao designá-lo para o Conselho de Estado, onde tenho tido o privilégio de poder partilhar o brilho das suas reflexões, com que, infelizmente à porta fechada, nos vai privilegiando sobre a sua reflexão dos tempos que vão passando», disse ainda.

«Pelo que Eduardo Lourenço nos tem dado de sabedoria e de lucidez, pela sua capacidade para nos pensar como povo e país, a data do seu aniversário merece ser celebrada como um dia de festa da cultura portuguesa», afirmou o Primeiro-Ministro. 

O prémio entregue a Eduardo Lourenço, foi uma escultura da autoria do arquiteto Siza Vieira. Na cerimónia, que decorreu em Lisboa, esteve também  presente o antigo Presidente da República Jorge Sampaio.