Saltar para conteúdo

Notícias

2019-04-16 às 11h17

Primeira visita de um Ministro da Defesa português ao Egito

Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, com o Ministro da Defesa do Egipto, Mohamed Ahmed Zaki, Cairo, 15 abril 2019
O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, deslocou-se, nos dias 14 e 15 de abril, ao Egito, em visita oficial para encontros políticos no sentido de reforçar a cooperação no domínio da defesa. Esta foi a primeira visita de um Ministro da Defesa português ao Egito. Ambas as partes concordaram que há um potencial tremendo de cooperação entre os dois países. 
 
No primeiro dia, o Ministro da Defesa Nacional reuniu-se com o Presidente do Egito, Abdel Fattah el-Sisi, para discutir as relações bilaterais, nomeadamente, como melhorar a cooperação militar, incluindo treinos e exercícios conjuntos, partilhas de experiências. Trocaram ainda impressões sobre os desafios na região, como o combate ao terrorismo, a imigração ilegal e a crise de refugiados.
 
No primeiro dia, João Gomes Cravinho encontrou-se, durante a manhã, com o seu homólogo Mohamed Ahmed Zaki. De tarde, reuniu-se com o Vice-Ministro para os Negócios Estrangeiros e com o Diretor do Armamento. A consolidação da relação na área da defesa e as oportunidades para as indústrias de defesa foram os assuntos da agenda. 
 
No segundo dia, teve reuniões com o Ministro da Produção Militar e com o Diretor da Organização Árabe para a Industrialização. 

No final da visita, o Ministro português referiu que existem bastantes áreas de complementaridade, ideias comuns sobre o que os dois países podem fazer em conjunto no que concerne à manutenção de aeronaves, meios navais( como submarinos) e nas áreas das comunicações. 

«Queremos fazer avançar as oportunidades de cooperação entre as indústrias de defesa», disse Jão Gomes Cravinho, acrescentando que «mais do que uma relação comercial, estamos interessados em trabalhar em conjunto, criando negócios conjuntos, desenvolver planos que signifiquem relações a longo prazo».
 
Da intenção à implementação, foram já traçados passos concretos para fortalecer as relações. Em setembro, Portugal e Egito sentam-se à mesa numa comissão conjunta.