Portugal na 14.ª posição dos sistemas de saúde nacionais da Europa - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-01-29 às 19h46

Portugal na 14.ª posição dos sistemas de saúde nacionais da Europa

Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Em 2017, Portugal tornou a ocupar a 14.ª posição na classificação anual dos sistemas de saúde nacionais da Europa (Euro Health Consumer Index – EHCI), à semelhança do que sucedeu em 2016. 
 
Numa avaliação de 35 países, Portugal obteve 747 pontos, ultrapassando o Reino Unido (15.º lugar), a Espanha (18.º lugar), a Itália (21.º) ou a Irlanda (24.º).
 
Maior transparência e inovação
 
Destaca-se, na avaliação de 2017, a subida das pontuações de indicadores relacionados com os tempos médios de espera nos serviços de urgência, a cobertura dos cuidados de saúde oral e o número de horas de atividade física no período escolar. 
 
Estes indicadores traduzem uma maior transparência dos dados e um investimento inovador na área da saúde oral e da atividade física.
 
Realça-se ainda que, nos dois novos indicadores de 2017 - relativos ao acesso informático ao processo clínico do doente e à percentagem de doentes com diabetes diagnosticada e controlada - Portugal obteve pontuação máxima, demonstrando igualmente maior transparência e um bom controlo clínico destes doentes.
 
Investir mais na compilação de dados
 
Existem indicadores em que Portugal tem sido mal avaliado devido à falta de dados nacionais consistentes, como é o caso da sobrevida em doentes com cancro ou os tempos de espera para a realização de tomografia computorizada.
 
Nestas áreas, e em função da criação do Registo Oncológico Nacional (em janeiro de 2018) e da legislação sobre tempos máximos de resposta garantidos para meios complementares de diagnóstico e terapêutica (em vigor de desde 2017), será possível, num futuro próximo, obter dados relevantes para demonstrar que o País possui resultados favoráveis, tal como tem sido feito nas avaliações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).
 
Contudo, de uma forma geral, pode afirmar-se que o desempenho do Serviço Nacional de Saúde, avaliado internacionalmente, demonstra uma vez mais excelentes resultados, em função da competência dos profissionais, da organização dos serviços e das políticas de saúde.
 
Composição do índice
 
O EHCI é uma classificação anual dos sistemas de saúde nacionais da Europa com base nos resultados de um conjunto de indicadores. O índice engloba as seguintes áreas temáticas: direitos e informação dos doentes; acessibilidade; resultados; diversidade e abrangência dos serviços prestados; prevenção; e produtos farmacêuticos.
 
Portugal continua a registar uma melhoria dos indicadores relativos aos direitos e informação dos doentes, aos resultados e à prevenção. 
 
O EHCI é compilado a partir de estatísticas públicas e de investigação independente. O País tem validado os seus dados desde 2006.