Portugal lidera criação do Sistema Europeu de Monitorização da Atividade Física e Desporto - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-01-19 às 20h32

Portugal lidera criação do Sistema Europeu de Monitorização da Atividade Física e Desporto

Reunião de lançamento do Sistema Europeu de Monitorização da Atividade Física e Desporto, Budapeste, 19 janeiro 2019
Portugal vai liderar a criação do Sistema Europeu de Monitorização da Atividade Física e do Desporto (EUPASMOS), projeto pioneiro na Europa que pretende definir as políticas desportivas públicas mais ajustadas.

Em Budapeste, na reunião de lançamento do sistema europeu, o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, afirmou que foi possível, pela primeira vez na Europa, «desenvolver um sistema integrado de monitorização da atividade física e do desporto através da colaboração conjunta dos Estados-Membros e das múltiplas entidades europeias».

O objetivo será promover, a partir da recolha e análise de informação, «um melhor ajustamento das políticas públicas europeias e, sobretudo, das políticas desportivas nacionais», referiu o Secretário de Estado em declarações à agência Lusa.

O projeto vai criar «um quadro conceptual europeu de recolha e análise da informação, novas ferramentas de trabalho neste domínio e documentos de suporte que permitirão, num futuro próximo, a sua implementação em todos os países da União Europeia».

A recolha de informação vai trazer «inúmeras vantagens para o setor do desporto, bem como para outros setores da sociedade», acrescentou João Paulo Rebelo.

Portugal vai coordenar, através do Instituto Português do Desporto e Juventude, este projeto europeu, que culminará com a implementação da segunda fase, no início de 2020, com a generalização do sistema a todos os países europeus.

Como exemplos dos contributos nacionais em termos europeus, o Secretário de Estado destacou «o Programa Nacional de Desporto para Todos e o Programa de Reabilitação de Infraestruturas Desportivas, que permitem apoiar e promover a participação da população portuguesa nas atividades físicas e no desporto bem como apoiar a reabilitação de infraestruturas desportivas tornando-as mais acessíveis para os cidadãos».