Portugal e Quénia estudam cooperação nos portos e indústria naval - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2019-02-11 às 17h12

Portugal e Quénia estudam cooperação nos portos e indústria naval

Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e Secretários de Estado Teresa Ribeiro e José Apolinário, com a delegação do Governo queniano, Oeiras, 11 fevereiro 2019
A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, recebeu uma delegação do Governo do Quénia, integrada pelo Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, Macharia Kamau, e pelo Secretário de Estado das Pescas, Aquacultura e Economia Azul, Micheni Ntiba. Pela Parte portuguesa estiveram ainda presentes os Secretários de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, e das Pescas, José Apolinário.

Na reunião foram estudadas possíveis áreas de cooperação entre Portugal e Quénia nos vários setores da economia do mar, tendo sido identificadas áreas prioritárias como os portos e transporte marítimo, pescas, indústria naval ou aquicultura. 

Também no âmbito tecnológico foram avaliadas as diferentes oportunidades de cooperação, com a delegação queniana a mostrar muito interesse nos sistemas em operação no nosso País, reconhecendo o seu potencial para o incremento da produtividade portuária, para a melhoria da segurança marítima ou para o aumento da vigilância nas suas águas. 

Na deslocação a Portugal, a delegação queniana tem ainda visitas agendadas ao Instituto Português do Mar e da Atmosfera (que poderá vir a ser um parceiro de entidades quenianas em matéria de formação) e a uma estação de aquicultura de ostras em Setúbal, à qual se juntará o Secretário de Estado das Pescas, José Apolinário.

A reunião surge depois da visita de Ana Paula Vitorino à capital queniana, Nairobi, no passado mês de julho, na qual o governo queniano já tinha demonstrado um grande interesse em aprofundar relações com Portugal no âmbito dos assuntos do mar.

Portugal e Quénia preparam Conferência dos Oceanos 2020 das Nações Unidas

Na reunião foram também analisadas as grandes áreas onde poderá recair o foco da Conferência dos Oceanos 2020 das Nações Unidas, e apesar de ainda não existir anúncio oficial da escolha do nosso país para a sua realização, Portugal e Quénia já preparam a coorganização. 

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, afirmou que o objetivo passa por fazer conferência sobre os Oceanos diferente daquelas a que nos temos habituado. «Não queremos que seja apenas mais uma conferência sobre Oceanos, queremos ir mais além», disse.