Leão de Prata de Dança entregue a Marlene Monteiro Freitas - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-06-28 às 12h36

Leão de Prata de Dança entregue a Marlene Monteiro Freitas

Representação de «As Bacantes», coreografia de Marlene Monteiro Freitas (Foto: Filipe Ferreira)»
A coreógrafa Marlene Monteiro Freitas vai receber o Leão de Prata na Bienal de Veneza, na categoria Dança, na noite de 28 de junho. Esta é a primeira distinção da dança portuguesa num dos mais relevantes eventos internacionais para a criação contemporânea.

Em Veneza, a coreógrafa irá apresentar o espetáculo "Bacantes – Prelúdio para uma Purga", estreado em finais de abril de 2017 no Teatro Nacional Dona Maria II, numa coprodução com o Teatro Municipal do Porto. A área de Governo da Cultura vai estar representada pela diretora-geral das Artes, Sílvia Câmara, e pela presidente do Conselho de Administração do Teatro Nacional Dona Maria II, Cláudia Belchior.

De acordo com informação da área de governação da Cultura, Marlene Monteiro Freitas, nascida em Cabo Verde, «distingue-se por aliar a experimentação a um olhar meticuloso sobre os limites do corpo, da perceção e da relação entre simbólico e material». 

«A dança, a música, o cinema ou a filosofia são usadas como pontos de partida para coreografias onde o corpo se posiciona como veículo através do qual é possível ambicionar um outro estado sensorial, mais livre e, se menos identificável, certamente próximo de uma relação mais intensa com o que nos seja íntimo e profundo», acrescenta.

Ao atribuir o Leão de Prata na categoria Dança a Marlene Monteiro Freitas, a Bienal de Veneza decidiu premiar «uma liberdade no olhar, uma sabedoria na conjugação dos elementos e uma relação coesa entre o corpo e o discurso».
Tags:
dança
Áreas:
Cultura