Saltar para conteúdo

Notícias

2019-04-10 às 10h19

«Jovens têm de ter papel fulcral» para objetivos da Agenda 2030 serem atingidos

8.º Fórum da Juventude do Conselho Económico e Social, 8 e 9 de abril de 2019, Nova Iorque
O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que «os jovens têm de ter um papel fulcral» na implementação dos objetivos da Agenda 2030 das Nações Unidas para o desenvolvimento sustentável.
 
Em Nova Iorque, no final do 8.º Fórum da Juventude do Conselho Económico e Social, o Ministro destacou a estratégia para a juventude lançada pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, «para envolver os jovens e para os capacitar neste caminho».
 
Num evento onde participou acompanhado pelo Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, Tiago Brandão Rodrigues sublinhou que há muito a fazer e que «é preciso acelerar todos os esforços nacionais, regionais e globais para alcançar a agenda».
 
«O conhecimento, a influência e a inovação dos jovens são essenciais para que o desenvolvimento sustentável possa ser alcançado», acrescentou.
 
Tiago Brandão Rodrigues referiu que a Agenda 2030 tem 17 objetivos para o desenvolvimento e é uma resposta ambiciosa da comunidade internacional aos desafios do desenvolvimento global, orientando as prioridades para uma geração inteira.
 
No Fórum da Juventude do Conselho Económico e Social «foi importante sentir o endosso das Nações Unidas e o interesse de muitos Estados-membros e organizações que representam jovens na conferência mundial que terá lugar em Lisboa em junho».
 
Na conferência em Lisboa será feita uma nova declaração baseada numa renovada afirmação de políticas e programas de juventude. «Queremos desencadear um debate profundo sobre os temas emergentes da juventude, porque não ter jovens a pensar quais os problemas dos jovens é algo que traz dificuldades para alcançar os objetivos da agenda», disse.