Saltar para conteúdo

Notícias

2019-07-04 às 13h02

Governo simplifica e reforça operações de investimento em PME

O Governo aprovou uma alteração às regras do Fundo de Coinvestimento 200M (Fundo 200M) «com o objetivo de simplificar e reforçar as operações de investimento de capital e quase capital em Pequenas e Médias Empresas», refere o comunicado do Conselho de Ministros.

Criado em outubro de 2017, o Fundo 200M tem o objetivo de contribuir para o desagravamento das condições de financiamento às empresas e, dessa forma, promover o relançamento da economia nacional, tal como inscrito no Programa do Governo.

O comunicado do Conselho de Ministros refere que a alteração aprovada «possibilita a equiparação entre coinvestidores nacionais e coinvestidores estrangeiros para efeitos de investimento em startups e PME portuguesas, com recurso ao Fundo 200M, alargando-se assim o universo dos seus potenciais coinvestidores».

O Fundo 200M, gerido pela PME Investimentos e cofinanciado pela União Europeia via Portugal 2020, já investiu em três empresas de base tecnológica, na área da saúde e da economia digital (Biosurfit, 360Imprimir e LiMM), com coinvestidores portugueses, franceses, alemães e suecos, que representam um investimento total de 33 milhões de euros, com um aporte do Fundo 200M de cerca de 11 milhões de euros, o que permite um relevante rácio de praticamente 1 para 2 entre capital público e privado.

Com a presente alteração, criam-se condições que permitem potenciar da melhor forma o apoio financeiro necessário nos diferentes estágios de maturação das empresas.