Até final do ano cerca de 95% dos portugueses terão médico de família - XXI Governo - República Portuguesa

Notícias

2018-10-24 às 14h40

Até final do ano cerca de 95% dos portugueses terão médico de família

Primeiro-Ministro António Costa e Ministra da Saúde, Marta Temido, na inauguração da Unidade de Saúde Familiar de Baguim do Monte, Gondomar, 24 outubro 2018 (foto: Rui Farinha/Lusa)
A Ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que no final do ano entre 94% e 96% dos portugueses terão médico de família, durante a abertura de uma nova Unidade de Saúde Familiar em Baguim do Monte, Gondomar, que contou também com a presença do Primeiro-Ministro António Costa.

A Ministra disse que «temos prosseguido e vamos continuar a prosseguir a meta de garantir que todos os portugueses tenham um médico de família atribuído até ao final da legislatura». 

«Nesse sentido, estamos a fazer o caminho e estimamos que, no final do ano, a cobertura de portugueses com médico de família atinja» aquele número, afirmou Marta Temido.

A Ministra da Saúde, Marta Temido, recordou que «em 2015 havia ainda um milhão de portugueses sem médico de família e neste momento caminha-se para que haja 580 mil», mas o trabalho ainda não está concluído. 

Alargar os Cuidados de Saúde Primários

«Entendemos que – e o Programa do Governo definiu-o desde o início –, uma das melhores formas de conseguir essa cobertura populacional que precisamos era através do modelo de Unidade de Saúde Familiar e pretendermos até ao final da legislatura, ter 100 novas USF a funcionar», disse.

Presentemente, estima-se que até ao final do ano estejam em funcionamento 80 novas USF por referência ao final de 2015. 

O Governo vai também dotar os Cuidados de Saúde Primários de novas capacidades de resposta nas áreas dos meios complementares de diagnóstico, saúde oral, saúde visual, psicologia e nutrição. 

A expansão da rede de Cuidados de Saúde Primários é, precisamente, uma das prioridades do Orçamento de Estado para 2019.

Neste reforço inclui-se o alargamento do Programa Saúde Oral Para Todos, com a abertura de, pelo menos, um gabinete de saúde oral em mais de 100 concelhos, e a contratação de 40 novos psicólogos e 40 novos nutricionistas. 

No Agrupamento de Centros de Saúde Porto II-Gondomar (a que pertence a unidade de Baguim do Monte), serão instalados dois gabinetes de saúde oral, um ainda este ano e outro em abril de 2019. 

A proposta de Orçamento do Estado para 2019 aumenta em 588 milhões de euros o programa da saúde (de um orçamento inicial em 2018 de 8 470 milhões de euros passa-se para um orçamento inicial em 2019 de 9 058 milhões de euros), para além de incluir várias políticas especialmente dirigidas à melhoria da qualidade de vida dos portugueses e aos determinantes sociais da saúde.