Saltar para conteúdo

Notícias

2018-04-12 às 14h00

Costa do Marfim é novo mercado para exportação de fruta

A Costa do Marfim é o novo mercado destinado ao setor frutícola, com os produtores de maçã, pêssego, citrinos e uva de mesa a disporem agora de um novo destino para exportarem a sua produção.

Com cerca de 24 milhões de consumidores, a Costa do Marfim representa um elevado potencial para o setor frutícola, elevando para 45 o número de mercados abertos em países terceiros desde 2015. 

No total, estes mercados para exportação abrangem 150 produtos portugueses, 110 de origem animal e 40 de origem vegetal.

Aumento das exportações no agroalimentar

«Este passo é resultado do fortíssimo investimento na internacionalização por parte do Governo», afirmou o Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira. 

O Secretário de Estado sublinhou o crescimento das exportações portuguesas de hortofrutícolas em 2017 face a 2016, que atingiram um aumento 15%, num montante global de 1500 milhões de euros. 

As exportações do setor agroalimentar registaram um crescimento de 8% em 2017, atingindo um montante de 6,6 mil milhões de euros. 

«Estamos perante uma nova dinâmica exportadora da produção nacional, que evidencia um desempenho notável e alimenta o espírito de otimismo dos exportadores portugueses», disse ainda Luís Medeiros Vieira.

A internacionalização é uma das prioridades do Governo, constituindo um dos eixos do reforço da competitividade do setor agroalimentar e da economia, tendo como objetivo o aumento das exportações.