Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-04-25 às 19h55

Intervenção do Primeiro-Ministro na inauguração do Memorial em Homenagem aos Presos Políticos do Estado Novo na Fortaleza de Peniche

Era uma quinta-feira como hoje. A esta mesma hora, naquele dia 25 de Abril de há 45 anos, o destino da Revolução estava decidido. Por volta das sete e meia da tarde, o ditador abandonava, no chaimite Bula, o Quartel do Carmo, onde passara o dia, e a ditadura terminava. No Largo do Carmo, a multidão com os olhos tensos de emoção, de ansiedade e depois de júbilo, dava a cada minuto que passava uma duração infinita.

Cerca de uma hora antes, fora redigido, para entrar imediatamente em vigor, o decreto-lei 171/74 que extinguia a Direcção-Geral de Segurança (nome que Marcello Caetano dera à PIDE), a Legião Portuguesa, a Mocidade Portuguesa e a Mocidade Portuguesa Feminina.

Leia a intervenção na íntegra em anexo.