Intervenção do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas sobre o quadro comunitário de apoio Portugal 2030 - XXI Governo - República Portuguesa

Intervenções

2018-01-25 às 17h16

Intervenção do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas sobre o quadro comunitário de apoio Portugal 2030

«Os fundos estruturais têm sido um dos mais poderosos instrumentos de apoio ao investimento empresarial, à inovação e conhecimento, à qualificação dos portugueses, e à coesão social e territorial.

Por isso, assim que chegámos ao Governo, definimos como prioritária a aceleração da execução do Portugal 2020.

Passados 2 anos, quando estamos sensivelmente a meio do seu período de execução, podemos dizer que o Portugal 2020 atingiu a velocidade de cruzeiro.

Em 2017, entre todos os Estados Membros com envelope financeiro de dimensão comparável, Portugal está em primeiro lugar na taxa de execução dos Fundos Estruturais.

Destaca-se o apoio ao investimento privado: correspondemos à dinâmica empresarial de investimento com a realização de um volume de pagamentos às empresas sem paralelo no passado, superando as metas ambiciosas que tínhamos colocado a nós próprios, e tendo acabado 2017 com 1,3 mil milhões de euros de pagamentos acumulados.»

Leia a intervenção em anexo